Prefeito Amarildo Negrini decreta estado de calamidade pública em Santo Expedito do Sul
23/03/2020 - 12:13

Na manhã desta segunda-feira (23), o prefeito Amarildo Negrini, seguindo o decreto do Governo do Estado do Rio Grande do Sul, como forma de combater o avanço da epidemia do COVID-19, decretou situação de calamidade pública.

Entre outras medidas, o Decreto prevê no prazo de 15 (quinze) dias:

– A suspensão de atividades não essenciais no comércio e na indústria, ou seja, estarão abertos somente os estabelecimentos que exercem atividades ligadas ao fornecimento de alimentos e medicamentos, como mercados e farmácias, e também as cerealistas que recebem grãos. No entanto, estes estabelecimentos devem cumprir as exigências de higienização e não aglomeração de pessoas.

– A prefeitura realizará somente expediente interno, salvo os serviços relacionados à saúde.

– Estão liberados os servidores com idade igual ou superior a 60 anos; gestantes; pessoas que apresentam doenças respiratórias ou imunodeprimidos, hipertensos, diabéticos, com doenças crônicas e demais situações médicas especiais; portadores de doenças que, por recomendação médica específica, devam ficar afastados do trabalho durante o período de que trata este Decreto.

O Decreto na íntegra pode ser conferido no link:https://bit.ly/2UIzrC3

Fonte: Adm. Municipal

90367824_1218839528507937_3058603849666265088_o

 

 

Mais Notícias
Unidade Intensiva para atendimento do Covid-19: Hospital São José atenderá quatro municípios da região
28/03/2020 - 11:31
Lagoa Vermelha recebe R$ 83.955,75 da Vara de Execução Penal para o combate ao Coronavírus
27/03/2020 - 17:59
Governo do RS publica decreto que flexibiliza e normatiza regras para abertura de estabelecimentos
27/03/2020 - 12:06
Covid-19: ajuda a trabalhador informal será de R$ 600, diz Bolsonaro
27/03/2020 - 9:53
Famurs propõe decreto único para Estado e municípios
27/03/2020 - 9:31