Trinta pessoas foram presas pela prática de Rinha de Galo. Gaúchos estavam envolvidos
02/12/2017

Trinta pessoas foram detidas pela prática de rinha de galo, no interior de Concórdia. Alguns dos envolvidos são oriundos de diversos municípios da região como São João da Urtiga, Erechim e Maximiliano de Almeida.

O fato foi registrado na noite da sexta-feira, dia primeiro, no Distrito de Planalto. A ação foi feita pelo Grupamento de Polícia Militar Ambiental de Concórdia, com auxílio de policiais do 20º Batalhão de Polícia Militar.

Conforme a PM ambiental, o flagra foi feito em uma propriedade e no local foram encontradas aves, ferramentas de corte/lixamento, medicamentos, seringas, duas pistas/canchas para a rinha, dentre outros aparatos que são usualmente utilizados para a prática desse que é considerado crime de maus-tratos aos animais.

De acordo com a PM, todas as pessoas presentes no local foram abordadas e qualificadas. Vão responder penal e administrativamente pela conduta praticada.

De acordo com a PM, alguns dos envolvidos acabaram evadindo-se do local.

A prática de “Rinha de Galo” é crime e infração administrativa, sujeitando os infratores às penalidades previstas na Lei Federal n° 9.605/98 e no Decreto Federal n°6.514/08.

Fonte: Rádio Aliança/Jocimar Soares

Fotos: Polícia Militar Ambiental

 

 

Deixe seu comentário

Mais Galerias
Pneus do transporte escolar: Vereador Rotini rebate administração municipal
14/12/2017 - 21:22
SENAR entrega prêmio a professora no concurso Agrinho
13/12/2017 - 11:10
Barracão tem decoração natalina com materiais recicláveis
12/12/2017 - 10:34
Prefeitura de Cacique adquire van para o transporte escolar
08/12/2017 - 10:34
Alunos de São José do Ouro visitaram a decoração natalina de Cacique Doble
06/12/2017 - 16:45